Rampas de acessos da praia do Gravatá em Navegantes viraram caso de polícia

As rampas de acesso foram entregues em novembro de 2019. - Foto: Divulgação.

Nesta terça-feira (25), o advogado e engenheiro Rui Dalton Miecznikowski, presidente da AANAVE (Associação dos Amigos de Navegantes), chamou a polícia militar para registar um Boletim de Ocorrência por conta da situação de perigo que estão expostas a população e veranistas frequentadores da praia do Gravatá.

Sem acontecer uma ressaca forte, nos moldes das previstas para o início do inverno e como já ocorrida em 2016, já por 2 vezes as rampas de acesso a praia tiveram suas estruturas danificadas pelas ondas do mar, uma há 2 semanas e outra no início do carnaval, apresentando sérios riscos para quem as utiliza, principalmente crianças, idosos e deficientes. Fato esse que fez Rui tomar a atitude de chamar a polícia para a constatação da situação insegura e se valer do boletim de ocorrência para acionar o Ministério Público de Navegantes.

Foram gastos aproximadamente R$300 mil com as 11 rampas de acesso, a verba veio do Ministério da Integração Nacional e liberado em agosto de 2017. Esperamos que agora a prefeitura resolva essa situação.

Comentários